Sexta-feira, 24 de Setembro de 2010

George Michael Preso Outra Vez

 

O músico britânico, que gosta de ir a casas de banho públicas, agora é mais notícia por causa d’ andar a conduzir depois de fumar daquelas ervinhas que fazem rir, é um drógádo é o qué.

Foi condenade mais uma vez, gora em Londres, por ter tide um acidente d’ automóvel em Julhe, quande guiava sob a influência das drogas.

O bizarre acidente foi tão simples como ter batido numa loja com o seu Range Rover, só não sei é se entrou pela loja dentre (se calhar ia às compras).

Já em Agosto tinha side condenade a nã poder conduzir durante seis meses depois de ser apanhado a conduzir a rir estranhamente e muito (pedrado?), e, por ter com ele uma coisa que dizem aqui qué cannabis.

A pena, agora, foi de quatro semanas na prisão e o reste será cumpride em serviçe comunitário.

E aqui é que tá o problema, ao que se diz George Michael parece que vai recorrer da pena… o que ele quer memo é ficar sempre na cadeia - «ai, ai! aí é qu’ eu fico nas nuvens» - terá ele dito, ou não, digo eu…

Os artigos neste belogue são escritos ao abrigo do novo acordo ortográfico da Língua Portuguesa moderna, quando me apetece.

Atão?: ...Mas afinal como é qué?
o melhor mesmo é ouvir: Careless Whisper.Geoges Michael
tags:
riscos por pedrinhazen às 13:32
| vá digam lá o que pensam
Quinta-feira, 23 de Setembro de 2010

O País dos Bate n’ Avó

 

Pró nosso primeiro, Eng.… oops, bom, primeiro-ministro Zé Sócrates tudo tá bem, tamos inté a viver menos mal, ele tem tado a tomar medidas (deve ser pra fazer algum fato) e não há motivos pra preocupações, inté a despesa coa saúde tá controlada (eles agora inté dão os Control de borla por causa das doenças).

Todos sabemos quéssa estória do Estado Social tá falido, todos os do contra já disserem, e, apontam pra outras medidas com o objetivo dencontrar soluções, mas gora também é lá de dentro do governo que vem o a Menistra da Cultura, Gabriela Canavilhas, falar da crise do Estado Social, um tiro bem certeiro no “porta-aviões” desta “batalha naval”.

É a vingança porque o Sócrates disse que da outra vez nã fez nadinha p’la cultura, toma!

O partido das setinhas bateu palminhas e disse qua política do governe tende a destruir esse tal do Estado Social, o Sócrates veio dezer o contrário, assim como a Menistra da Saúde, Ana Jorge, pelo menos na Saúde, mas só se for na dela.

Entretanto, foi anunciada a modernização de 370 escolas, mas ao mesmo tempo foram fechadas umas quantas, quanto é quisso custou, pra além de desertificar inda mais o interior?

Diz o governo quos alunos fiquem melhor, são outras condiçoes, melhores, longe de casa?

Passem os anos e isto vai de mal a pior, será que Portugal já nasceu torto e nunca se vai endireitar?

Pois é, este país nasceu com o Filho a bater na Mãe e disso ninguém nos livra.

Dom Afonso Henriques, o nosso Fundador, deu uma “sova” na mamã, D. Teresa, que queria ficar com o Condado Portucalense (numa batalha no campo de S. Mamede, perto de Guimarães, em 24 de Junho de 1128) dando assim início ao processe que veo a dar nesta beleza à beira mar plantada.

Antes disse, Júlio César, aquele lá da Roma antiga, já se referia à Lusitânia quéramos nós, mais ou menos, «como aquele pedaço de terra do outro lado, ingovernável e que nem se deixa governar?»

Dizemos que somos a nação mais antiga da Europa com fronteiras delineadas e esquecemo-nos do caso de Olivença/Olivenza? Pois… é Portugal ou Espanha?

Inda noutro dia Nuno da Câmara Pereira dezia na televisão, como bom monárquico, que Nossa Sr.ª da Conceição tinha sido proclamada Rainha de Portugal e que nã era do seu conhecimento que lhe tivesse sido retirado o título, pelo que somos uma República, com um Presidente da dita cuja e temos uma Rainha vinda ainda da Monarquia.

Ah! E a síndrome (e esta? Puxa!) do D. Sebastião aparecer numa manhã de nevoeiro?

Pois é… Só que D. Sebastião não tinha faróis de nevoeiro!

Todos nós sofremos desta síndrome, gora inté no Futebol, sim com maiúscula (claro!), tínhamos que ir à pregunta do José Mourinho.

A verdade é que tamos sempre à espera quapareça alguém que resolva tudo e mais alguma coisa.

 

Entretanto "Aproveitem a Vida" e leiam este título do saudoso António Feio, vale memo a pena!

 

Os artigos neste belogue são escritos ao abrigo do novo acordo ortográfico da Língua Portuguesa moderna, quando me apetece.

 

Atão?: ...Mas afinal como é qué?
o melhor mesmo é ouvir: Walk on the wild side.Lou Reed
tags:
riscos por pedrinhazen às 19:25
| vá digam lá o que pensam

.prós cuscos

.posts que já cá estão

. O ESPÍRITO DA COISA I

. A Grande Transformação Es...

. O ACORDO COM A ‘TROIKA’ –...

. JAPONESES – CULTURA DURA ...

. GÉNIO DE FÉRIAS A ESTUDAR...

. SEMANA SANTA E AS FÉRIAS

. O FMI, O FEEF E A DÍVIDA ...

. OS PORTUGUESES NO MUNDO

. O PM DEMITIU-SE, E ENTÃO?

. SOLTAS

.onde tá tudo guardado

. Agosto 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

.ligações

Os Meus Bloguios

Divulga também a tua página
planeta de artes e comunicação

Divulga também a tua página

.as minhas pilingrafias

.à busca neste blog

 

.subscrever feeds

.tks pela espreitadela


web site counter

.tags

. todas as tags

(O direito de autor é reconhecido independentemente de registo, depósito ou qualquer outra formalidade artigo 12.º do CDADC. Lei 16/08 de 1/4) (A registar no Ministério da Cultura - Inspecção - Geral das Actividades Culturais I.G.A.C. - Processo n.º 2079/09)